Filha vai se casar com o pai após dois anos de namoro

Um casamento entre irmãos já é imaginável por grande parte da população, agora imagina um casamento entre um pai e uma filha. Mas uma filha vai se casar com o pai após dois anos de namoro. A história parece de filme, mas não é. A verdade é que uma jovem de apenas 18 anos de idade decidiu se relacionar amorosamente com o seu pai, de 37 anos de idade.

Filha vai se casar com o pai após dois anos de namoro

Filha vai se casar com o pai após dois anos de namoro e esconde isso de sua mãe (Foto: Divulgação)

Leia mais informações sobre: Cachorro come bolo e estraga casamento

Noiva bêbada após seu casamento vira sensação na web

Noivo fingiu a própria morte para evitar casamento

Mudança para um estado onde o incesto não seja crime

A americana que não quis se identificar para evitar receber criticas da sociedade e até por medo de ser atacada por radicais religiosos, explicou em entrevista ao The New York Magazine que pretende assumir a relação quando se mudar para um estado onde o incesto não seja considerado um crime. Algumas pessoas da família apoiam a relação, como os seus avôs paternos.

Contato esporádico com o pai

A jovem contou que teve contato com o pai até os 5 anos de idade, porém a mãe brigava sempre com ele e as visita cesaram. “Quando eu tinha uns 15 anos, ele escreveu para a minha mãe dizendo que gostaria de me ver. Eu disse que sentia falta dele e não me importaria em encontrá-lo. Ela me perguntou como eu poderia sentir saudades de alguém que eu mal conhecia, que eu não via há muito tempo. Mas a minha carência era de uma figura paterna”, explicou a moça que namora hoje com o pai.

 

 

 

filha se casa com o pai

Romance começou quando ela acabou de completar 17 anos

Aos 17 anos de idade foi quando a jovem voltou a encontrar o pai. Eles começaram a ter um contato por meio do Facebook. O pai tentava adicionar a filha pelo Facebook e sempre recebia uma recusa, pois a mãe dela que controlava a sua rede social. Depois de um tempo os dois começaram a conversar por meio da internet e descobriram que eram parecidos e tinham várias afinidades.

Primeiro encontro

O casal se encontrou depois de uma semana juntinhos e passaram um dia inteiro abraçados. “Descobrimos que somos muito parecidos”, explicou a jovem sobre o primeiro encontro do casal. A jovem pediu então para passar uma semana com o pai e logo na primeira noite ela dormiu no chão e o pai no sofá.

“Dormir em lugares diferentes me deixava ansiosa e eu pedi para que ele ficasse comigo, caso eu tivesse pesadelo durante a noite. Na segunda noite, ele dormiu no sofá novamente. E no terceiro dia, eu me vi dormindo com ele no chão, deitada em seu peito, nos braços. A quarta noite passamos no chão de novo. Desta vez, nós realmente nos abraçamos. Quando acordamos, estávamos de conchinha. Eu não soube disso na hora, mas depois que nos declaramos, ele confessou ter tido uma ereção”, explicou.

Casamento com o pai não é considerado normal (Foto: Ilustração)

Casamento com o pai não é considerado normal (Foto: Ilustração)

Filha vai se casar com o pai após dois anos de namoro e conta como tudo começou

A filha vai se casar com o pai após dois anos de namoro e conta como foi o primeiro contato amoroso com ele. “Discutimos se isso era certo e nos beijamos. Depois, fizemos amor pela primeira vez. Foi quando eu perdi a virgindade”, explica a jovem, que depois de conversar com o pai sobre o que sentiam um pelo o outro decidiram esquecer essa relação que deveria ser fraternal e não algo romântico, como dois namorados, segundo as convenções da humanidade.

O pai não teria forçado a situação

“Há uma razão para eu ter perdido a virgindade com ele – eu nunca me senti confortável com outro homem. Foi incrivelmente sensual. Nós dois tivermos orgasmos”, falou ela sobre a perca da sua virgindade. E quando perguntaram sobre a postura do pai com relação ao começo dessa relação a moça explicou que tudo aconteceu de modo natural.  “Foi natural. Não foi um tabu. Senti como se estivesse fazendo amor com um homem com que eu estava junto há anos”, falou.

Filha vai se casar com o pai após dois anos de namoro e vão ter filhos.

Casal vai se casar em um local que não seja crime o incesto (Foto: Ilustração)

Filha vai se casar com o pai após dois anos de namoro e quer ter filho com ele

A filha vai se casar com o pai após dois anos de namoro e não acha que vai ter problemas ao ter filhos com o seu pai: “Eu pesquisei sobre isso. Todo mundo pensa que as crianças nascidas em relações incestuosas, certamente, terão problemas genéticos, mas isso não é verdade. Isso acontece quando há anos de consanguinidade, como com a família real”, explica.

New Jersey permite incesto

Ela diz que mesmo namorando com o pai, ela quer que ele deixe de ser o seu noivo e futuro marido para se somente o seu pai. “Quando eu preciso do meu pai, eu digo ‘Ei, pai, preciso de você’. E nessa hora, ele não é meu noivo ou namorado, mas meu pai”.

New Jersey permite incesto

O plano dos dois é se mudar para New Jersey e se casar, pois por lá os maiores de idade não são tratados como criminosos se se relacionam amorosamente nessa circunstância. “O incesto entre adultos não é considerado ilegal por lá. E assim que estivermos lá, vou contar a todo mundo”, explicou. Até o momento a mãe da jovem não sabe que ela namora o pai e pretende se casar com ele.

Sem medo de julgamentos

A filha vai se casar com o pai após dois anos de namoro e está decidida disso. A moça diz não temer julgamentos porque é adulta. “Somos dois adultos que salvaram um ao outro (…) Quando você tem 18 anos, você sabe o que quer. Você é adulto diante da lei. Eu posso cuidar de mim mesma. Não preciso se proteção. Se eu estivesse em uma situação da qual eu tivesse que sair, eu sairia. Não tenho medo de me defender”, explicou.